Depressão - Mais que apenas tristeza

December 11, 2017

Ministração de célula- semana 11 a 17 de dezembro de 2017

 

A depressão tem sido considerada em nossa geração como um mal, alguns a chamam de “o mal do século”. Cada vez mais tem se tornado comum encontrarmos pessoas com depressão. Essa tem sido uma triste realidade em nossos dias.

 

Sabemos que o medo e a ansiedade andam de mãos dadas e que ambos podem levar à depressão. A Bíblia nos mostra essa verdade através de versículos de Provérbios. Vamos analisar:

 

UM CORAÇÃO DEPRIMIDO
“O coração ansioso deprime o homem, mas uma palavra bondosa o anima.” (Provérbios 12:25)

 

Coração, na Bíblia, refere-se às nossas emoções. Provérbios diz que um coração ansioso deprime o homem. Quantas pessoas estão deprimidas por causa de uma alta carga de ansiedade que carregam dentro de si.

 

A depressão é causada por peso, ou seja, pela pressão, pela sobrecarga sobre o indivíduo. Essa pressão, quando mais forte do que se pode suportar, causa abatimento, tristeza exacerbada. A pessoa vai, aos poucos, entrando em declínio, como se fosse derrubada aos poucos, até ser tomada por um completo desânimo. Vai causando um esmorecimento, uma fraqueza, uma falta de vontade de viver. A cada dia que passa a pessoa vai se entregando a um estágio de prostração.

 

UM ESPÍRITO DEPRIMIDO
“O coração bem disposto é remédio eficiente, mas o espírito oprimido resseca os ossos.” (Provérbios 17:22)

 

A pessoa em depressão perde o prazer pela vida, e pode, mesmo sendo nascida de novo, ficar tão deprimida, tão para baixo, tão enfraquecida espiritualmente, que pode entrar em um desânimo espiritual e perder a sua fé e a sua esperança. Isso acontece porque muitas vezes não estamos preparados para lidar com os fatores externos que vêm sobre nós. Não temos controle sobre fatos e situações e isso pode nos levar a ter uma reação contrária que nos afete tanto emocionalmente a ponto de entrarmos em uma depressão.

 

Não podemos confundir depressão com tristeza. Depressão é mais que apenas uma tristeza. Tristeza e depressão são diferentes, ainda que parecidas. A tristeza aguda é um sintoma da depressão, porque a depressão é um estágio muito maior que somente tristeza.

 

Ficamos tristes em momentos distintos das nossas vidas, quando acontece algo errado que não estamos esperando, por exemplo. Nesse caso, a tristeza é uma reação normal. Não há como não ficar triste diante de um fato inesperado, como uma perda. Porém, ficar entristecido não é o mesmo que estar em depressão.

 

COMO PERCEBER A DEPRESSÃO

A Bíblia nos dá o alerta de que devemos cuidar do nosso coração para que, diante das situações da vida, não sejamos pegos de surpresa e aquilo que seria uma tristeza se transforme em depressão. Muitos cristãos têm confundido os sintomas e se preocupado, principalmente diante de tanto que ouvimos falar em depressão. Devemos estar atentos, como filhos de Deus e perceber se estamos tristes ou entrando em um quadro depressivo.

Se a tristeza é prolongada, se a pessoa não tem mais dado continuidade às suas atividades diárias como antes, deixou de dar atenção ao seu corpo, no que diz respeito à higiene e aos cuidados básicos, é necessário uma avaliação mais criteriosa, pois, de repente, a pessoa pode, sim, estar em um quadro de depressão sem perceber.

 

Psicólogos e psiquiatras dizem que o diferencial entre tristeza e depressão é que a depressão é um estágio contínuo de tristeza, a pessoa passa o dia todo parada no tempo, sem ter nenhum momento de alegria. Quando alguém está apenas triste, uma visita ou um programa, por exemplo, pode aliviar aquele momento, fazendo com que se desconecte do sofrimento que está passando. Algo também que difere tristeza de depressão é que o deprimido tem um ‘peso’, uma ‘culpa’, que ele não sabe explicar e que não há um motivo aparente que justifique.

 

Agora, nem sempre é fácil detectar a depressão. Na nossa geração, lidamos com pessoas depressivas e não percebemos, porque elas não demonstram. São os casos da depressão sutil, se é que existe depressão sutil. Mas o fato é que a pessoa não apresenta sintomas; está deprimida, sabe que dentro de si carrega constantemente uma tristeza sem causa aparente, que não é percebida.

 

COMO TRATAR A DEPRESSÃO

A Igreja de Cristo já foi bem mais preconceituosa com o tratamento da depressão. Muitos, ao terem depressão, escondiam e não buscavam ajuda. Mas isso vem mudando. Temos buscado esclarecimento e entendido melhor que Deus nos fez com espírito, alma e corpo e nos quer irrepreensíveis. “E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.” (I Tessalonicenses 5:23)

 

Se depressão é uma doença emocional, na alma, também deve ser tratada, assim como as doenças no físico e no espírito. Um profissional deve ser acionado, pois como um Pastor ajuda no espiritual, e um médico ajuda no físico, um psicólogo ou um psiquiatra, se preciso for, também ajudarão, pois são preparados para proporcionar tratamento adequado, utilizando medicamento, se houver necessidade.

 

No século em que vivemos, devemos utilizar o avanço da tecnologia e da medicina que estão ao nosso dispor e buscar a cura para a depressão. Se for necessário passar por um tratamento psiquiátrico e terapêutico, devemos nos submeter. Afinal, tudo que está a nosso dispor deve ser usado para que sejamos completos no espírito, na alma e no corpo. Orar, jejuar, crer em Deus ajuda (e muito!), mas não podemos deixar de utilizar a medicina, os remédios, e tudo o mais que Deus tem para nos abençoar.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • unnamed
  • Flickr Social Icon
  • YouTube Social  Icon
dízimos e ofertas

BANCO DO BRASIL 
Agência: 1887-2
Conta corrente: 7750-X


CNPJ: 02154477000157
Primeira Igreja Batista
Independente do Setor P-Sul

siga a ibpaz
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White YouTube Icon
pedidos de oração

© 2018 IBPAZ - Igreja Batista da Paz. Desenvolvido por Agência Metanoia