Santidade, nossa principal chamada - Parte 1

July 11, 2017

Ministração de célula- semana 10 a 16 de julho de 2017

 

“Portanto, cingindo os lombos do vosso entendimento, sede sóbrios, e esperai inteiramente na graça que se vos ofereceu na revelação de Jesus Cristo. Como filhos obedientes, não vos conformando com as concupiscências que antes havia em vossa ignorância. Mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver. Porquanto está escrito: Sede santos, porque eu sou santo.” (I Pedro 1:13-16)

 

Santidade é a nossa principal chamada e também o nosso grande desafio na vida cristã, pois a ordem é para sermos santos em toda a nossa maneira de viver. Falar de santidade ou ensinar sobre o assunto é bem diferente de viver em santidade. Nossa posição como filhos de Deus é andar em santidade, vivendo uma realidade bem diferente daquela que o mundo nos oferece. Nas igrejas, muito se ouve sobre santidade e creio que muito ainda precisamos ouvir. Tudo aquilo que Deus permite que aprendamos é para que seja usado em nossas vidas e para formar em nós um caráter mais sólido nEle. Então, abra o coração e receba cada palavra para que você viva mais perto do Pai e honrando o nome dEle aqui na Terra.

 

SANTIDADE, UM LEGADO

O Senhor conhece cada uma de nossas debilidades e sabe que necessitamos viver em santidade se queremos ter uma vida de êxito. Somos chamados para viver em santidade, como é Santo Aquele que nos chamou. Santidade é um legado que Deus tem estabelecido para Seus filhos, e é também a única forma de vermos a Deus. Somente através da santidade podemos nos aproximar do nosso Pai. “Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor.” (Hebreus 12:14)

 

Viver em santidade é cumprir o legado do nosso Deus, portanto, deve ser nosso estilo de vida. Claro que nem sempre é fácil, mas se Deus disse que devemos ser santos, é porque é possível ser. E assim vou vivendo, entendendo que esse é um assunto inesgotável e que ainda temos muito a aprender.

 

SANTIDADE, NOSSA ROUPA DIÁRIA

A santidade deve ser, para nós, filhos de Deus, nascidos de novo, como uma vestimenta muito importante, como aquela peça que não pode faltar em nosso armário. E quando acordamos, após fazermos o que temos que fazer, dentro de nossas obrigações do dia a dia, devemos vestir a roupa da santidade para garantir que teremos um dia na presença de Deus. Como uma peça fundamental em nosso vestuário, a santidade nos ajuda a vencer as dificuldades, levando-nos a tratar as situações de forma mais centrada, sem perder o equilíbrio, cuidando da nossa maneira de falar, vestir, agir, pensar. Então, em tudo que fizermos, demonstraremos uma vida de santidade, pois dela estamos revestidos.

 

Talvez, em meio à agitação do dia a dia, você nem perceba que essa peça tão importante e vital está ‘em falta’ no seu guarda-roupa. Sabe, não existe meia santidade, ou você é ou não é santo. E isso é percebido em coisas básicas. Por exemplo: Abra seu armário físico e espiritual e faça um paralelo. Afinal, expressamos santidade também em nossa forma de vestir. E isso muito mais especificamente para as mulheres, que precisam ser marcadas pela santidade, a tal ponto que, ao usar uma roupa, perguntem ao Espírito Santo se estão bem apresentadas como templo dEle aqui na Terra. E atenção mulheres! Não é porque algo está na moda que vocês devem e podem usar. Na verdade, repense sobre seus conceitos e valores, sempre pautadas na santidade e na instrução contida na Palavra de Deus.

 

SANTIDADE É PERTENCER A DEUS

Como é sério pertencer a Deus e saber que Ele enviou Seu Filho para morrer por nós! Ele nos fez santos e, porque somos santos, pertencemos a Ele e precisamos nos mover para Ele. Dentro do quesito pertencer, não podemos estar divididos; não podemos estar comprometidos com Deus e com o mundo.

 

Ou somos de Deus, ou somos do mundo. Essa mistura que vemos hoje na Igreja de Cristo não representa santidade. Muitas vezes, as pessoas que assistem tudo o que está acontecendo até duvidam se pertencemos mesmo a Deus.

 

Fica a pergunta: A quem pertencemos? Se santidade é pertencer a Deus, por que dizemos estar em Deus, mas não estamos nEle completamente?

 

Santidade é pertencer a Deus por completo. É ser dEle! É viver para Ele! É renunciar os momentos nos quais a ética religiosa quer ser maior do que a unção do Espírito! É rejeitar toda e qualquer postura religiosa que nos afasta de Deus! É decidir não viver um teatro, mas o Reino de Deus!

 

Reveja sua vida de santidade. Você pertence a Deus e deve viver em santidade diante dEle. Portanto, naquilo que você sabe que tem falhado, saia de cima do muro, reposicione-se, defina-se. Deus quer as nossas vidas 100% nEle, tudo para Ele, integralmente dEle.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • unnamed
  • Flickr Social Icon
  • YouTube Social  Icon
dízimos e ofertas

BANCO DO BRASIL 
Agência: 1887-2
Conta corrente: 7750-X


CNPJ: 02154477000157
Primeira Igreja Batista
Independente do Setor P-Sul

siga a ibpaz
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White YouTube Icon
pedidos de oração

© 2018 IBPAZ - Igreja Batista da Paz. Desenvolvido por Agência Metanoia